Notícias

Esta página foi visualizada  100  vezes


04/12/2017 11:56:12


Autor: imprensa

Título:
INTENÇÕES DE COMPRAS PARA O NATAL 2017

Resumo:
Acadêmicos da FISMA realizam pesquisa sobre a intenção de consumo para o Natal no comércio de Santa Maria


 

 O curso de Administração da Faculdade Integrada de Santa Maria (FISMA), através do projeto de Pesquisa – Tendências de Consumo em datas comemorativas – desenvolveram uma consulta de intenções de compras para analisar as intenções de compras para o NATAL 2017.

Foi desenvolvida uma pesquisa na cidade de Santa Maria - RS, no período de 31 de outubro de 2017 a 14 de novembro de 2017, em seis bairros diferentes da cidade, entrevistando 566 pessoas. A amostra foi baseada em um nível de confiança de 95%, com margem de erro de 5%.

A pesquisa atingiu um público, cuja renda varia de 2 a 5 salários, com 65,2% dos participantes nesta margem que responderam à pergunta:

 

Qual sua renda?

De 01 a 02 salários

 

39,40%

De 02 a 05 salários

 

25,80%

Total

65,20%

 

De acordo com a revista “Isto é”, as projeções de vendas mostram que as festas de fim de ano vão marcar o fim da crise, o setor varejista prevê que o Natal será o melhor desde de 2013. O final de 2017 deve por um fim aos tempos árduos. A pesquisa realizada em Santa Maria, mostra claramente esta tendência, pois de acordo com os entrevistados, 68,37% responderam que sua situação financeira continua igual ou melhor em relação ao ano passado.

 

Situação financeira em relação ao ano passado?

 

Igual

44,70%

Melhor

23,67%

Total

68,37%

 

De acordo com os dados da Confederação Nacional do Comercio de Bens, Serviços e Turismos, (CNC), as festas de fim de ano devem registrar aumento nas vendas, movimentando mais de R$ 34 bilhões, incidindo um avanço de 4,3% no comercio do varejo. De acordo com as intenções de compras, a pesquisa evidencia uma tendência bastante clara quanto ao aumento de consumo, pois segundo os entrevistados, 21,55%, informaram que irão comprar no mínimo um presente e 55,65% disseram pretendem adquirir dois ou mais presentes, o que perfaz um índice 77,2% de certeza de compra, diferentemente de 2016, onde estes índices somaram 56,83%. 

 

Comprará presente de NATAL para quantas pessoas este ano?

 

Uma pessoa

21,55%

Duas pessoas

20,49%

Mais de Duas pessoas

35,16%

Total

77,2%

 

Seguindo a linha de consumo, apresentada acima, a pesquisa indica que 58,15% pretendem gastar de R$ 50,00 a R$ 200,00 em suas compras, sendo que efetivamente 57,93% pretendem pagar avista e em dinheiro, enquanto que 42,07% o farão no prazo e preferencialmente no cartão de crédito.

 

Qual a forma de Pagamento? Sendo a prazo, qual forma pretende utilizar?

 

A vista

57,93%

A Prazo

42,07%

Total

100%

Cartão de Crédito

 

65,57%

 

 

De acordo com a CNC, o setor que mais deve aumentar o consumo, é o de vestuário com um incremento de 6,7% em relação ao ano anterior. Os dados da pesquisa acadêmica corroboram esta informação, pois de acordo com os pesquisados, a tendência de compra em vestuários é 46,22%, seguido por brinquedos, 14,19% e Perfumes e Cosméticos 8,70%.

 

Qual o tipo de presente?

 

Vestuários

46,22%

Brinquedos

14,19%

Perfumes Cosméticos

8,70%

Total

69,11%

 

Uma das medidas que deve impulsionar o consumo das famílias é a liberação de R$ 15,9 bilhões de contas inativas do PIS/PASEP. Estima-se que o comércio varejista irá embolsar R$ 4 bilhões deste montante. O comércio varejista formal do centro deve atentar para esta informação pois 48,07 dos entrevistados pretendem adquirir suas compras neste setor, já 23,80% ainda preferem o comércio dos shoppings e o nível dos preços com a diversidade de produtos foi determinante para a escolha.

 

Qual o tipo de comércio que realizará a compra? Qual o tipo de comércio que realizará a compra?

 

Comércio Formal Centro

48,07%

Shopings

23,80%

Total

71,87%

Nível de preço

27,40%

Diversidade

23,06%

Total

50,46%

 

 

 



 FISMA

FISMA